CARNAVAL A FESTA DA CARNE

CARNAVAL A FESTA DA CARNE

CARNAVAL A FESTA DA CARNE

 

O carnaval é a festa mais popular de nosso país, mas qual seria sua visão espiritual? Há pecado em sua prática? O Carnaval de fato é a festa da carne, como assim? Quando o homem foi formado ele veio do pó da terra e a sua alma foi aspirada por Deus em sua narina.
(Gênesis 2:7) –  E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.
A parte que veio da terra deu origem ao corpo, o que comumente na bíblia é chamada de carne, já a alma veio de Deus, e no dia do Juízo para aqueles que forem salvos, suas almas voltarão para ele para viverem eternamente.A carne tem necessidades, assim como os animais, instintivamente precisam de alimento, abrigo, reprodução, segurança, etc.

Além do corpo Jesus nos enviou um consolador o Espírito Santo, que nos orienta a respeito de Deus e nos ajuda na condução da alma de volta para Deus.
(I Corintios 6:19) –  Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?
Já a Espírito tem necessidades espirituais, como ter um encontro com Deus, buscando o regresso a sua fonte de vida.
O homem, portanto é o conjunto de corpo e alma, e Espírito Santo e hora inclinam para as vontades da carne e hora inclina para as vontades do espírito. A alma constantemente se divide entre fazer a vontade do Espírito Santo ou fazer a vontade da Carne.
(Gálatas 5:17) –  Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis.
Para entender melhor sobre corpo, alma e Espírito, sugiro a seguinte leitura: http://www.idagospel.com/2009/06/alma-corpo-e-espirito-santo.html
Sei que a alegria em si, não constitui pecado, por isso aonde prevalece à alegria, aonde há o respeito o amor ao próximo, tudo isso agrada a Deus. Porém de uma forma geral o que prevalece no carnaval é a vontade da carne. A uma sexualidade exacerbada, luxúria, bebedice, pornografia, etc…  E ao fazer a vontade da carne fecham-se os olhos para o espírito e o pior da natureza humana se revela.
(Romanos 8:13) –  Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis.
(Romanos 8:6) –  Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz.
(Marcos 14:38) –  Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca.
Sei que muitos gostariam de viver a alegria do carnaval, e se perguntam como cristão, será que não é possível viver um carnaval cristão? Inclusive já existe um movimento chamado Folia Gospel. Irmãos vos alerto para a palavra de Deus que não nos deixa duvidas.
(Mateus 7:16) – Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? 17) – Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus. 18) – Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons. 19) – Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo. 20) – Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.
Irmão, não se pode transformar a carne em espírito, ou seja, o que é da carne seja para a carne, o que é do espírito seja para o espírito.
(Mateus 22:21) –  Dizem-lhe eles: De César. Então ele lhes disse: Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.
O Cristão pode e deve ser feliz, com atividade cristã, não devemos desejar os prazeres do ímpio, mais ter prazer nas coisas de Deus, não se deve trazer o mundo para a igreja e nem levar a igreja para as coisas do mundo.
Pastor Julio Fonseca
WWW.idagospel.com
A ORIGEM DO CARNAVAL
O carnaval é uma festa que se originou na Grécia em meados dos anos 600 a 520 a.C.. Através dessa festa os gregos realizavam seus cultos em agradecimento aos deuses pela fertilidade do solo e pela produção. Posteriormente, os gregos e romanos inseriram bebidas e práticas sexuais na festa, tornando-a intolerável aos olhos da Igreja. Com o passar do tempo, o carnaval passou a ser uma comemoração adotada pela Igreja Católica, o que ocorreu de fato em 590 d.C. Até então, o carnaval era uma festa condenada pela Igreja por suas realizações em canto e dança que aos olhos cristãos eram atos pecaminosos.
A partir da adoção do carnaval por parte da Igreja, a festa passou a ser comemorada através de cultos oficiais, o que bania os “atos pecaminosos”. Tal modificação foi fortemente espantosa aos olhos do povo, já que fugia das reais origens da festa, como o festejo pela alegria e pelas conquistas.
Em 1545, durante o Concílio de Trento, o carnaval voltou a ser uma festa popular. Em aproximadamente 1723, o carnaval chegou ao Brasil sob influência européia. Ocorria através de desfiles de pessoas fantasiadas e mascaradas. Somente no século XIX que os blocos carnavalescos surgiram com carros decorados e pessoas fantasiadas da forma semelhante à de hoje.
A festa foi grandemente adotada pela população brasileira, o que tornou o carnaval uma das maiores comemorações do país. As famosas marchinhas carnavalescas foram acrescentadas, assim a festa cresceu em quantidade de participantes e em qualidade.
Por Gabriela Cabral
Equipe Brasil Escola
Fonte:[brasilescola]
Deus te ama e tem um plano maravilhoso de vida e salvação para você!!!
Pastor Júlio Fonseca

Compartilhe esta publicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on print
prjulio

prjulio

Pastor da Igreja de Deus no Bairro Santa Terezinha - Catalão/Go. Pastoreando a 16 anos, pai de 5 filhos, Servo do Deus altíssimo, utilizando a internet como meio de propagação da palavra de Deus a quem desejar. Com humildade e amor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

whatsapp

Últimas Postagens