Mateus 9:1-17

Mateus 9.1-17

1 Entrando Jesus num barco, passou para o outro lado e foi para a sua própria cidade.
2 E eis que lhe trouxeram um paralítico deitado num leito. Vendo-lhes a
fé, Jesus disse ao paralítico: Tem bom ânimo, filho; estão perdoados os
teus pecados.
3 Mas alguns escribas diziam consigo: Este blasfema.
4 Jesus, porém, conhecendo-lhes os pensamentos, disse: Por que cogitais o mal no vosso coração?
5 Pois qual é mais fácil? Dizer: Estão perdoados os teus pecados, ou dizer: Levanta-te e anda?
6 Ora, para que saibais que o Filho do Homem tem sobre a terra
autoridade para perdoar pecados–disse, então, ao paralítico:
Levanta-te, toma o teu leito e vai para tua casa.
7 E, levantando-se, partiu para sua casa.
8 Vendo isto, as multidões, possuídas de temor, glorificaram a Deus, que dera tal autoridade aos homens.
9 Partindo Jesus dali, viu um homem chamado Mateus sentado na coletoria e disse-lhe: Segue-me! Ele se levantou e o seguiu.
10 E sucedeu que, estando ele em casa, à mesa, muitos publicanos e
pecadores vieram e tomaram lugares com Jesus e seus discípulos.
11 Ora, vendo isto, os fariseus perguntavam aos discípulos: Por que come o vosso Mestre com os publicanos e pecadores?
12 Mas Jesus, ouvindo, disse: Os sãos não precisam de médico, e sim os doentes.
13 Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero e não holocaustos; pois não vim chamar justos, e sim pecadores ao arrependimento.
14 Vieram, depois, os discípulos de João e lhe perguntaram: Por que jejuamos nós, e os fariseus muitas vezes, e teus discípulos não jejuam?
15 Respondeu-lhes Jesus: Podem, acaso, estar tristes os convidados para o
casamento, enquanto o noivo está com eles? Dias virão, contudo, em que
lhes será tirado o noivo, e nesses dias hão de jejuar.
16 Ninguém põe remendo de pano novo em veste velha; porque o remendo tira parte da veste, e fica maior a rotura.
17 Nem se põe vinho novo em odres velhos; do contrário, rompem-se os
odres, derrama-se o vinho, e os odres se perdem. Mas põe-se vinho novo
em odres novos, e ambos se conservam.
 
As diferentes enfermidades que o
Senhor encontra e cura mostram a triste condição na qual se encontram
Suas criaturas. A lepra ressalta a corrupção do pecado; a febre,
a incessante agitação do homem deste mundo. Há uns, como
o endemoniado, que estão diretamente sob o poder de Satanás, enquanto
outros, como o surdo, o mudo, e o cego (v. 27, 32; 11:5) têm os sentidos
bloqueados para a chamada do Senhor, não sabendo como orar. Por último,
temos o paralítico que foi trazido ao Senhor Jesus. Nele está
demonstrada a total incapacidade do homem para aproximar-se de Deus (João
5:17). O enfermo nada diz… somente espera. Mas o divino Médico (v. 12)
sabe que há outra enfermidade, muito mais grave, que está consumindo
a alma desse paralítico, e por isso começa por curá-lo
espiritualmente: “Estão perdoados os teus pecados”. O que deveria
preocupar-nos mais, quer seja em relação a nós, quer aos
outros: a enfermidade ou o pecado?

Segue-se o chamado de Mateus, relato
feito por ele mesmo. Ele era um desses pecadores para os quais Cristo tinha
vindo.

Por fim, temos a pergunta dos discípulos
de João, e esta dá ocasião a um novo ensinamento: os odres
velhos da religião judaica já não serviam mais para conterem
do vinho novo do Evangelho.

Todo dia com Jesus
 

Compartilhe esta publicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on print
prjulio

prjulio

Pastor da Igreja de Deus no Bairro Santa Terezinha - Catalão/Go. Pastoreando a 16 anos, pai de 5 filhos, Servo do Deus altíssimo, utilizando a internet como meio de propagação da palavra de Deus a quem desejar. Com humildade e amor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

whatsapp

Últimas Postagens