REVERTIDO O PROCESSO DE YOUSEF NADARKHANI

Uma semana depois de terem divulgado a anulação da sentença de morte, o pastor Yousef Nadarkhani ainda corre risco de condenação, pois seu processo será julgado novamente pelo Supremo Tribunal do Irã que pediu para que o Tribunal local fornecesse informações completas sobre a acusação.
O pastor iraniano está preso desde 2009 acusado de ter traído o Islã ao se tornar cristão. Por não ter negado a Jesus Cristo ele já estaria condenado à morte por forca, mas os protestos que esse caso gerou no mundo todo têm impedido que a sentença seja executada.
Mesmo assim é necessário continuar orando e se mobilizando para que autoridades internacionais não se esqueçam desse caso e continue pressionando o governo iraniano a respeitar os direitos humanos.
Em entrevista para a CNN no dia 13 de outubro o advogado do pastor, Mohammad Dadkah, disse que a reversão do caso é uma pequena vitória para o processo que já dura dois anos. Mas o porta-voz da organização Voz dos Mártires, Todd Nettleton, acredita que é a oração das pessoas que está mudando os cursos do processo.
“Acredito que as orações das pessoas em favor de Yousef têm dado efeito e estamos vendo os resultados disso”, disse ele que ainda falou da mobilização internacional. “O Irã hesitou um pouco e não matou esse homem, eu acho que isso é o resultado da pressão internacional.”
Há quem acredite que o governo iraniano está esperando o caso ser esquecido para que o pastor seja de fato executado. Por esse motivo Nettleton disse que vai continuar lembrando a todos do que está acontecendo. “De uma forma ou de outra, as pessoas vão saber quando o veredito for anunciado”, disse ele.
O diretor executivo da ACLJ, Jordan Sekulow também falou sobre o caso. “Como já dissemos em toda a cobertura deste estudo, o sistema judicial no Irã opera de uma maneira substancialmente diferente do tribunal sistemas norte-americanos estão familiarizados,” disse.
Jordan disse também que a revisão do processo não garante que a Suprema Corte irá realizar outra rodada de audiências. “Esperamos e oramos para que um recurso não seja necessário. ” Se ele for condenado pelo crime de apostasia, ele pode sofrer com a pressão social e também com a pressão do Estado que pode anular casamentos, negar a permissão para viajar, rescindir a cidadania e diversos outros atos que o farão perder os direitos sociais.
Fonte: Gospel Prime
Com informações Baptist Pres
TAG:REVERTIDO O PROCESSO DE YOUSEF NADARKHANI

Compartilhe esta publicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on print
prjulio

prjulio

Pastor da Igreja de Deus no Bairro Santa Terezinha - Catalão/Go. Pastoreando a 16 anos, pai de 5 filhos, Servo do Deus altíssimo, utilizando a internet como meio de propagação da palavra de Deus a quem desejar. Com humildade e amor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

whatsapp

Últimas Postagens