A HISTÓRIA DA FALSA GRÁVIDA


Falsa grávida vai repassar ainda nesta semana doações que recebeu, diz advogado
Maria Verônica que dizia estar grávida de quadrigêmeos, moradora da cidade de Taubaté, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo, deverá doar os presentes recebidos no período de sua falsa gestação ainda nesta semana. O advogado de Maria, Enilson de Castro, confirmou a informação nesta terça-feira (24). Ele disse que pretende consultar no Fórum local alguma instituição assistencial cadastrada para receber os objetos.
Já o marido de Maria, Cléber Eduardo, que também se disse enganado com a falsa gravidez, já teria devolvido o dinheiro doado pelos colegas de trabalho, informou o advogado. Cléber é metalúrgico e mantinha uma lista com os nomes e os valores doados.
Depoimento
O casal deve prestar esclarecimentos a polícia ainda nesta semana. Segundo o advogado de Maria Verônica, a presença de sua cliente, entretanto, está condicionada a um posicionamento da psiquiatra da educadora. Maria Verônica tem tomado psquiátricos e, de acordo com o advogado, é preciso analisar se as drogas poderão ou não influenciar no depoimento da educadora.

TAG: A HISTÓRIA DA FALSA GRÁVIDA

Compartilhe esta publicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Share on print
prjulio

prjulio

Pastor da Igreja de Deus no Bairro Santa Terezinha - Catalão/Go. Pastoreando a 16 anos, pai de 5 filhos, Servo do Deus altíssimo, utilizando a internet como meio de propagação da palavra de Deus a quem desejar. Com humildade e amor.

0 comentário em “A HISTÓRIA DA FALSA GRÁVIDA”

  1. Haaaaaaa,me engana que eu gosto os dois são pilantras, tanto o marido quanto a mulher queriam dar o golpe da barriga,uma pessoa que todo dia dormiam juntos, como o marido que dormia todo dia com amulher (falsa grávida) não via a suposta barriga kkkkkkkkkkkkkk.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

whatsapp

Últimas Postagens